Autorretrato, de Geraldo de Barros (1923-1998). Série "Sobras" (1998-1996)

Autorretrato, de Geraldo de Barros (1923-1998). Série “Sobras” (1998-1996)


Conhecido pela série Fotoformas, o senhor de bigodes atrás da câmera já havia distorcido a fotografia em formas abstratas na exposição de 1951, no MASP. Geraldo tratava a fotografia como um artesão apaixonado: picotava, rabiscava e sobrepunha os negativos sem dó até que seu tino lhe dissesse É isso! O retrato de sua pessoa, acima, pertence ao último trabalho, intitulado Sobras (1996-1998). Dois anos antes da morte, debruçado sobre o arquivo de fotos da família, Geraldo se apossou dos negativos que continham registros íntimos e pessoais para transformá-los em imagens belas & contundentemente universais.



Atualmente as séries fotográficas e o trabalho de pintor, gravurista e designer do artista, estão no Instituto Moreira Salles, na exposição Geraldo de Barros e a Fotografia.